sábado, 11 de fevereiro de 2012

O Que os Olhos Não Vêem...

Será desta vez que os pinheiros da minha árvore de Natal  AQUI  vão à "vida"?







6 comentários:

folha seca disse...

Caro Teófilo
Estas fotos são um exemplo da degradação das nossas fábricas e do tecido empresarial. Conheci Castanheira de Pêra, quando trabalhavam nessas Fábricas, hoje em ruínas, centenas de operários texteis. Estive em (Pêra) numa fábrica que era a única no País que fazia barretes. Na minha terra também aconteceu o mesmo a fábricas que empregavam centenas de operários vidreiros e hoje ainda se vêm as ruínas das mesmas.
Nostalgia que causa uma imensa tristeza.
Abraço
Rodrigo

Fê-blue bird disse...

Meu amigo:
Esta decadência é o retrato mais fiel do nosso país.
Tudo abandonado e à deriva.

beijinhos e bom fim de semana

edumanes disse...

Nestas imagens se pode ver,
O porquê da nossa crise
Dos campos não quiseram saber
Políticos de aldrabice.
Carradas de dinheiro receberam
Para arrancarem vinhas e oliveiras
Barcos destruíram, mas não perceberam
Ainda, que foram eles que fizeram as asneiras.

Bom fim de semana,
Um abraço.

Manuel Tomaz disse...

Estas fotos são o prenúncio do que
está acontecer ao nosso País. Dir-se-ia que Castanheira de Pêra foi pioneira na tragédia que iria assolar Portugal!...

Graça Sampaio disse...

Detesto ver edifícios em ruínas. Dá-me uma pena! Como se de pessoa se tratasse. (Deve ser sinal de velhice...)

Manuel Tomaz disse...

Na sequência do comentário de
Graça Sampaio, se um dia passarem
na Baixa de Lisboa, reparem como
dezenas de edifícios, estão em
ruinas, sem que ninguém fassa nada
para os reconstruir.

About

.