segunda-feira, 5 de dezembro de 2011

Produtos Nacionais

Lembre-se que cada vez que entrar numa Loja Dos Chineses ou comprar produtos importados da China, está a contribuir para o encerramento das nossas Empresas, criar desemprego e contribui para tornar Portugal num país ainda mais DEPENDENTE do que já é actualmente.  



Click na imagem em baixo









Para mais informações sobre os nossos produtos e códigos de barras, Click em baixo

Click    AQUI

4 comentários:

Mery disse...

Olá, amigo, já faço isso, e aqui só compro "azeite" com esse código, quanto ao resto eu não os conheço, eu fiquei com água na boca, por causa das nozes*, eu adoro, e no Brasil não são boas; antes, no tempo do meu pai, ele mandava vir daí, temos parentes no Porto.
Também quero dizer que fiquei muito tempo lendo o blog que me fizeste visitar, ele me fez pensar, mas já morreu(?); ele é casca grossa" o tal "Defender Portugal", mas algumas postagens são muito boas...como essa do
Por que não escreveu mais? Sabes?

Beijos, amigo;
daqui do Brasil.
Mery*

Rosa dos Ventos disse...

Já faço isso há muito!
O que é nacional é bom!

Fê-blue bird disse...

Também só compro produtos nacionais!
Temos que incentivar a nossa economia.

beijinhos meu amigo

Rui da Bica disse...

ATENÇÃO que há muita informação deturpada à volta deste assunto.

Não é tão fácil como parece identificar produtos portugueses.

Na fruta, vegetais, azeite, mel e carne bovina, a rotulagem do país de origem é obrigatória, mas não para a maioria dos produtos.

Nos embalados, o código de barras não é uma garantia. Por detrás do prefixo 560 pode estar produção estrangeira.

O código mais comum é composto por 13 dígitos e atribuído pela GS1, entidade formada por 108 organizações que operam em mais de 150 países. Cada país tem o seu prefixo.

O afamado prefixo 560, que apadrinhou um movimento pela compra de produtos nacionais, identifica apenas que a empresa detentora da marca, tem REGISTO COMERCIAL em Portugal. Nada garante que se trata de um produto de origem portuguesa.

Uma empresa nacional (ou estrangeira) pode ter cá a sua sede, mas fabricar os seus produtos noutros países ou incorporar materiais importados. Também uma marca internacional pode ter uma filial no nosso país e ser comercializada com o registo português.

Mais: não encontrar o 560 não significa que o produto seja estrangeiro.
A EMPRESA QUE O REPRESENTA EM PORTUGAL pode estar registada noutro país e, por isso, o código é diferente.

http://www.deco.proteste.pt/alimentacao/comprar-nacional-codigo-de-barras-da-poucas-garantias-s649491.htm
.

About

.