quarta-feira, 7 de setembro de 2011

Imagens Chocantes

O PowerPoint que vão ver, contém imagens muito violentas e que não devem ser vistas por pessoas facilmente impressionáveis, ou que sofram de doenças cardíacas. CONTÉM IMAGENS MUITO CHOCANTES!

Click na imagem em baixo.




25 comentários:

Mery disse...

Olá, eu sou facilmente impressionável
e não vi nada, rsrs
Vou ver depois...depois do comentário estou com pressa, ahahaha
Beijos da Mery.

Rui da Bica disse...

Se forem impressionáveis não vejam mesmo ! Nunca vi pior !
O amigo Teófilo bem avisou ! :(
.

Teófilo Silva disse...

Mery

O teu comentário quis dizer, que amor com amor se paga?
E pelos vistos achaste piada...
Conheces aquela frase que diz: Quem Ri Por Último Ri Melhor!

Mas tens razão, eu faltei à promessa.
Peço desculpa.

Beijinhos

Teófilo Silva disse...

Rui da Bica

Eu também nunca tinha visto igual. Por isso eu avisei que havia imagens que poderiam impressionar pessoas com problemas de sensibilidade emocional.

Abraço

oops!!! disse...

(E pronto! Quem me mandou ver? Lá vou ter que ir choramingar para as tardes da Júlia...)

;)

Nina disse...

Preferi ler primeiro os comentários.
Não vou ver, caro amigo, mas só esta primeira lembrou-me um vídeo que me foi dedicado há um ano atrás aquando de um acidente que poderia ter sido desastroso. Hei-de colocá-lo lá no blogue. Nunca é demais relembrar.

Teófilo Silva disse...

oops!!!

É melhor não. Juntam-se os dois a choramingar e ainda provocam por lá um curto-circuito...

:)

Teófilo Silva disse...

Nina

A imagem que vê no Link não pertence ao acidente. O outro foi praticamente cortado horizontalmente da frente para a traseira. Fez bem em não ver as imagens.

Rafeiro Perfumado disse...

Eu vi e, realmente, impressionam. Por outro lado, talvez a colocação de imagens destas nas nossas estradas levassem as pessoas a pensarem duas vezes antes de acelerarem mais do que a conta. Abraço.

Daniel Antunes disse...

Realmente dá vontade de deixar de conduzir...

Teófilo Silva disse...

Rafeiro Perfumado

Mas esses são dos que repetem constantemente que o mal só acontece aos outros. E assim sendo, vamos continuar a ter terror nas estradas!

Um abraço.

Teófilo Silva disse...

Daniel Antunes

Eu sou dos que acredito no destino. Não vale a pena fugir à morte porque pode ter a certeza que ela nos vai encontrar!

Isa GT disse...

Não gosto mesmo de ver acidentes, nem sangue... nem filmes de terror consigo ver e esses, até sei que são filmes... pior saber que são reais.

Bjos

Teófilo Silva disse...

Isa GT

Também não gosto de ver sangue. Eu sou um pouco como aquele militar que antes de ir para combate exigia uma transfusão de sangue para não perder o dele, em caso de ser ferido. lol lol

Tem razão. Acidentes destes nem todos conseguem ver sem se alterar emocionalmente.

Bom fim de semana.

Bjos

Daniel Antunes disse...

Caro Teófilo:

Eu acho que há um dispositivo no cérebro que nos diz que nunca vamos morrer, que até é mais forte do que o pensamento racional que a morte é inevitável. É isso que nos empurra para fazermos disparates...

Teófilo Silva disse...

Daniel Antunes

Achei interessante esse seu raciocínio sobre a morte. Mas eu tenho essa ideia de que não vou morrer, que à uma maneira de a superar e fico muito contente que seja assim, pois o contrário levar-nos-ia à loucura.

Um bom fim de semana.

Daniel Antunes disse...

Um bom fim de semana também.

Eu, enquanto pessimista, ainda estou pior, acho que não há mais nada para além desta vida.

Teófilo Silva disse...

Daniel Antunes

Eu sou um pouco mais optimista. Observando o mundo e tudo o que nos rodeia, chego à conclusão que a existência humana não faria sentido se tudo acabasse com a morte. Acho que não faz sentido. Há uma força invisível muito poderosa que não conseguimos decifrar. Impossível a existência de desse poder invisível?
Se pararmos para pensar no poder invisível que o homem criou e que através dele se prepara para nos controlar como se fossemos marionetas, é caso para pensar se um poder ainda maior não existe desde a criação do mundo. E não será esse poder invisível que se zangou com o homem e começa a ajustar contas com ele?

Um abraço.

Daniel Antunes disse...

Gostei muito dos seus comentários. Mas eu acho que os humanos são simplesmente animais, e como os demais animais, estão simplesmente subjugados à lei da natureza que não inclui o divino mas simplesmente a sobrevivência. Eu pelo menos não acho o divino na natureza.
Na natureza há matéria que implacavelmente tenta sobreviver e só isso. Porque serão os homens diferentes? Mas se existir alguma coisa para além deste mundo será algo que não terá a ver com as nossas crenças que criámos, será algo inimaginável, de outro mundo, que neste momento não podemos compreender.

Um abraço

Teófilo Silva disse...

Daniel Antunes

Respeito a sua opinião. Não sou do tipo de ideias fixas, mas também não me guio muito por opiniões, o que significa que não sou influenciável por teorias, baseando-me apenas em práticas reais. Nós chegámos a este mundo sem conhecimentos alguns e adquirimos tudo o que sabemos com os ensinamentos dos que já por cá andavam. E esses tiveram professores idênticos. Nós somos aquilo que outros nos transmitiram e somos vítimas de um mundo enganador e nós sumamente enganados. Hoje tudo se baseia na ciência. Mas a ciência é uma medalha de duas faces, onde uma mostra uma ciência ao serviço da humanidade, enquanto a outra nos oferece uma ciência que trabalha para a destruir. E a conversa é sempre a mesma. Quando há interesses a defender e nos querem enganar, logo aparecem os vendilhões dessa ciência a dizer-nos: NÃO ESTÁ PROVADO CIENTIFICAMENTE! Ou quando nos querem impingir alguma coisa como muito boa: APROVADO CIENTIFICAMENTE.

Um abraço

simony disse...

OI OBRIGADO POR VISITAR MEU BLOG,GOSTEI MUITO DO SEU..SE ME SEGUIR EU SIGO DE VOLTA!

Teófilo Silva disse...

simony

Obrigada pela sua visita. Já sou seu seguidor.

Volte sempre.

Daniel Antunes disse...

Caro Teófilo,

Boa tarde!

Adoro que podemos discutir assuntos melindrosos civilizadamente. Mas devo discordar. Nós humanos nascemos com uma série de instintos e capacidades natas, aquilo de Freud chamaria Id. Portanto não somo só um produto da sociedade.
Quanto á ciência, se não acredito em nada para além da morte, não é por não ser explicado por ciência, é até a um nível filosófico a minha descrença.

Um abraço

Teófilo Silva disse...

Daniel Antunes

Deve discordar e faz muito bem em fazê-lo. Sei que que não é do tipo que discorda apenas para levar a sua teoria avante, mas que o faz por convicção. E quando assim é a troca de ideias entre duas pessoas torna-se um meio de cultura em que ambos ficam a ganhar.

Um abraço.

Daniel disse...

Caro Teófilo,

Retomando a nossa conversa:

Devo confessar que quando falo do místico, não tenho convicções absolutas, ou seja, gostaria que houvesse vida depois da morte e não só morte depois da vida.
Gosto de trocar ideias sobre o assunto até para poder ser convencido do contrário. Mas acontece que cada vez mais estou céptico. A ciência tem afastado Deus. Mas as pessoas provam que Deus não existe.

Um abraço,

About

.